No Brasil, um assunto que não sai de moda é a corrupção. Em conversas de mesa de bar, é comum ouvir que “esses políticos corruptos acabam com o país”. Infelizmente não são apenas os políticos!

Se você vai se deslocar tarde da noite… você pensa que caminho fará, que meio de transporte usará, e depois segue vigilante durante o trajeto. Assim minimiza as chances de ser alvo de um crime ou ato de violência.

Nos negócios – e isso definitivamente inclui clínicas e consultórios – não deveria ser diferente. A reportagem do Estadão de 3/5/17 mostra como altos executivos, fornecedores, “parceiros”, entre outros, se aproveitam de oportunidades para perpetuar a moda da corrupção.

É preciso ser cuidadoso para escolher quem (pessoa física ou jurídica) participará do seu negócio. Passada essa seleção, monitore. Passado mais tempo, construída confiança na relação, não deixe de manter os olhos e ouvidos bem atentos.

Conheça uma relação de fraudes em clínicas e consultórios publicada pela Interact. Elas podem vir de sócios, familiares, empregados, fornecedores, clientes, parceiros…

Todas elas são histórias reais que nos foram contadas. E se você sabe de outra fraude, por favor conte para nós, para que fiquemos todos cada vez mais atentos e protegidos destas práticas.