“Não existe país com governo corrupto, e população honesta”, disse o historiador Leandro Karnal.

 

Muitas vezez há uma percepção de que não falta dinheiro no Brasil, carecemos de um uso eficaz do dinheiro, vigiando a produtividade, o foco/prioridades e a corrupção.

As enormes cifras desviadas nos escândalos de corrupção, a quantidade de recursos desperdiçados em obras paralisadas e políticos debatendo o “sexo dos anjos” dão suporte para essa tese.

 

Vamos fazer um exercício… Vamos transpor essa tese para a realidade da nossa clínica ou consultório, da nossa atividade profissional. Se há uma sensação de que “as coisas estão difíceis”, as contas apertadas… E se frases sobre a crise e resultados caindo são frequentes… Será que, quando cuidamos dos nossos recursos e sua aplicação, somos melhores que o Brasil?

 

Quais são as nossas prioridades (e portanto foco)? Que caminhos podem me levar a melhores resultados financeiros? No exercício da profissão, nossas rotinas e métodos criam uma vigilância que proteja de roubos e fraudes nós e nossas clínicas/consultórios?

 

Se tivermos um governo transparente, eficiente, focado e atento, e disser que faltam recursos… É uma questão para debater, entre os caminhos possíveis e imagináveis!

Caso não haja transparência – invés disso atrasos e orçamentos “emergenciais” – em meio a um cenário confuso… não é possível acreditar tanto na opinião do Governo.

 

No seu negócio, na sua profissão, no seu dia-a-dia… Qual governo você parece? Nosso negócio é ajudar “Governos” a serem mais eficazes, focados, transparentes e com bons resultados.

Participe do 3º Curso de Finanças e Controles Financeiros para Clínicas e Consultórios que ocorrerá em Março próximo!